Pesquisa
  • Aa+
  • Aa-
  • Aa+
  • Aa-
Big Data
https://estrategiasquetransformam.com.br/wp-content/uploads/2020/09/Automação-de-dados-Você-já-começou-1920x550.jpg

Competitividade tecnológica

Com o crescente desenvolvimento tecnológico no mercado, empresas buscam formas de gerar competitividade em suas áreas de atuação, adequando novas tecnologias em busca de melhor performance nesta era digital. Adotam, ferramentas e softwares cada vez mais inteligentes e otimizados, o Planejamento Estratégico se torna cada vez mais eficiente, assumindo um papel de suma importância na tomada de decisão dos negócios, seja a curto, médio ou a longo prazo.

Dessa forma, a automação chegou aos ambientes internos das organizações para:

– Reduzir custos;

– Automatizar serviços;

– Propor métricas mais inteligentes, garantindo resultados ainda melhores.

Quer saber como? Então, leia o post até o final e saiba como a automação de dados está conquistando cada vez mais espaço no mercado e na rotina das atividades corporativas.

Importância da análise de dados

Antes de começarmos a efetivamente ressaltar a importância da automação, precisamos entender os contextos atuais que envolvem a análise de dados de uma organização.

De acordo com o livro sobre Inteligência de Negócios, publicado pelo autor Cindi Howson, vice-presidente da consultoria Gartner, um empreendedor costuma gastar em média duas horas por dia para buscar e analisar informações pertinentes a organização.

Nesse contexto, é importante entender que a otimização de serviços é muito importante para que uma empresa consiga gerar competitividade no mercado. Por isso, necessita buscar métodos e recursos para transformar os dados em informações que são úteis.

Dessa forma, podemos inferir que a capacidade de analisar e interpretar informações e tomar as medidas necessárias, é crucial para negócios que trabalham com atividades que possuem mudanças aceleradas. Entretanto, em maior ou menor medida, qualquer negócio é orientado por dados.

Organizações que se baseiam em estratégias eficientes para coletar e interpretar dados, garantem excelentes retornos financeiros. Dessa forma, fazendo melhorias constantes, se atualizando de novas tendências de mercado, otimizando tarefas processuais e conhecendo cada vez melhor o seu público alvo, as chances de criarem ofertas mais interessantes são muito maiores.

Automação: o que é e qual a sua importância?

Antes de tudo, definir o conceito da automação de atividades pode ser um tanto abrangente. Mas em geral, podemos defini-lo como a realização automática de tarefas por meio de softwares inteligentes, que realizam tarefas repetitivas que, anteriormente, eram manuais, sem a necessidade de interferência humana em seus processos.

Além disso, pode ser abordada dentro da Gestão de Processos, aplicando-se em diferentes atividades. Tratando-se da área de TI, por exemplo, a automação é utilizada como forma de agilizar operações e, consequentemente, maiores resultados na infraestrutura.

Introduzindo a automação nas atividades que contribuem para a tomada de decisão

Agora, vamos listar alguns benefícios que são gerados quando investimos em automação como estratégia para gerar competitividade no mercado. Confira, abaixo, quais são:

  1. Simplificação de processos

Um dos principais desafios enfrentados pelas organizações atualmente é a coleta de informações para a tomada de decisão. No decorrer do tempo, os processos manuais tendem a ser cada vez mais burocráticos e lentos, afetando de forma negativa a produtividade.

Dessa forma, podemos entender que softwares e demais ferramentas para automação ajudam na eliminação de etapas obsoletas, reduzindo custos de mão de obra e deixando colaboradores mais livres para realizar outras tarefas.

  1. Centralização de informações e segurança

Juntamente com os serviços de TI, a automação pode oferecer a centralização de informações, fazendo com que a acessibilidade a dados seja eficiente.

Com os serviços de cloud computing, também conhecidos como computação em nuvem, qualquer colaborador com prévia autorização poderá acessar informações e documentos pertinentes a empresa de qualquer lugar do mundo. Basta apenas ter acesso a um aparelho com acesso à internet.

Quando mencionamos os benefícios da computação em nuvem, podemos perceber a importância da padronização de atividades na centralização de informações, já que possibilita a diminuição de erros decorrentes de distorções para a medição de resultados mediante a coleta de dados.

Além de toda a praticidade, a centralização de informações também oferece uma ampla segurança, já que é possível observar o fluxo de informações sendo compartilhadas e a identidade de todos os usuários que estão ativos nesse tipo de sistema.

  1. Análise abrangente

Com uma coleta de dados mais otimizada, é possível organizá-las de forma eficiente, fazendo com que relatórios possam ser feitos de maneira detalhada. Com a ajuda da automação, existem sistemas que possibilitam ao empreendedor o acesso a informações em tempo real, proporcionando uma ampla visão de operações.

Assim, é possível eliminar pequenos gargalos, cujas ações interferem diretamente no rendimento da produção e na qualidade da tomada de decisão.

  1. Decisões mais fundamentadas

Com a integração da automação em atividades e a consequente melhoria dos processos, a empresa ganha muito mais em agilidade. Dessa forma, podemos entender que quanto menor for o tempo para coletar dados, fazer análises e buscar hipóteses, maior será a possibilidade de encontrar respostas adequadas e bases fundamentadas para qualificar a tomada de decisão.

  1. Conhecimento profundo do público-alvo

Ao buscar dados nos registros internos, tais como ERP, BI, CRM e até mesmo as fontes externas, como Facebook, Instagram, Twitter e outras redes sociais, é possível conhecer ainda mais o comportamento do seu público, analisando suas dores, necessidades, desejos e comportamentos, frente a oscilação de preço de produtos ou serviços similares ao que a empresa em questão oferece.

Com o apoio de metodologias, ferramentas especializadas e automação, a área de Marketing, juntamente com a área de Business Intelligence, podem trabalhar juntas para criar campanhas que cheguem até o público-alvo ideal.

Além disso, essa “parceria” também oferece materiais informacionais para o setor de desenvolvimento de produtos e serviços, tornando a área comercial mais competitiva e inteligente.

Conclusão

Conforme vimos, os modelos tradicionais de análise de dados mercadológicos, bem como as atividades internas para orientar na tomada a decisão podem não ser mais vantajosos para empresas que buscam liderar o seu campo de atuação e competir eficientemente no mercado.

É preciso atenuar serviços, otimizar atividades, reduzir custos e coletar dados com eficiência, fazendo com que seja possível interpretar informações com agilidade e contribuir para uma tomada de decisão mais assertiva. Esse é, definitivamente, o real papel da automação nas empresas.

Faça parte da nossa comunidade de estrategistas digitais no Telegram!

Publicado em:

Estrategias que Transformam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ciência de dados e epidemias

Em razão dos avanços científicos nos últimos anos, há fortes indícios de que a ciência de dados é a pr...

Big Data por Tripulação ET
20.04.2020 às 13:02:16

Série

_Além da transformação

Assine e receba a série que reúne heads compartilhando conteúdo exclusivo para você enfrentar os desafios que virão.