Pesquisa
  • Aa+
  • Aa-
  • Aa+
  • Aa-
Big Data
https://estrategiasquetransformam.com.br/wp-content/uploads/2019/11/Big-Data-e-Financas.jpg

Aliando o Big Data a área de financias.

A ferramenta do Big Data é uma aliada de destaque para as Finanças que auxilia a gestão corporativa a atingir melhores resultados e otimizar os processos de uma empresa.

Em um ambiente empresarial, são gerados milhares e milhares de dados de maneira constante no dia a dia de trabalho. Estas informações são armazenadas em bancos de dados específicos que têm o intuito de organizar esse fluxo e fazer com que ele fique acessível aos gestores e colaboradores do empreendimento.

No tópico a seguir, apresentaremos em maiores detalhes o motivo pelo qual o Big Data pode se tornar uma estratégia de otimização do setor financeiro da empresa e quais as vantagens práticas que a sua implantação proporciona à cadeia produtiva da corporação e em sua performance de maneira geral. Acompanhe a leitura e confira!

Explorando o conceito de Big Data

O Big Data é uma ferramenta que facilita o acesso a todas as informações da empresa e faz com que seu acesso e utilização por parte dos gestores e colaboradores profissionais seja mais estratégica e assertiva.

Devido ao fato de as empresas estarem, nos dias de hoje, constantemente conectadas aos dispositivos tecnológicos para as execuções de tarefas e para uma melhor eficiência de sua produtividade, o Big Data é uma ótima maneira de solucionar e resolver as questões gerenciais, otimizando o fluxo de processos do empreendimento em que ele é implementado.

Como dissemos acima, os dados gerados em um contexto corporativo são muito numerosos e aparecem de maneira ininterrupta. No que diz respeito ao setor financeiro da empresa, é preciso que os profissionais desta área utilizem o Big Data como um recurso que torna mais claras as informações e otimiza o seu gerenciamento.

É interessante ressaltar que o recurso do Big Data não se caracteriza por ser um sistema de processamento de dados tradicional de uma empresa, mas, sim, por uma ferramenta que é programada para gerenciar volumes realmente grandes de informações de todos os setores da empresa com segurança, praticidade e velocidade elevada.

Com a sua adoção, por consequência, os gestores obtêm uma multiplicidade de benefícios, como os ajustes para falhas ou pontos fracos do empreendimento, a rápida elaboração de soluções para problemas, a apuração de indicadores de desempenhos de produtividade, entre outros.

Vantagens da utilização do Big Data para a área de Finanças

Uma palavra-chave para a utilização do Big Data é o controle: com a sua implantação em um ambiente corporativo, é possível que os gestores tenham um maior conhecimento em relação a todas as informações de trabalho de maneira fácil, prática e rápida.

Isso faz com que o processo de tomada de decisões por parte dos profissionais das Finanças e dos gestores seja realizado de maneira mais embasada, uma vez que os dados são visualizados em tempo real e de forma centralizada em uma única plataforma.

Trazendo para um exemplo prático, vamos supor que a empresa faça uso de estoques de produtos e/ou mercadorias a serem vendidas em quantidades pré-determinadas. Com a utilização da ferramenta do Big Data, os colaboradores da área de Finanças da empresa acompanham de maneira exata os lançamentos que são realizados no dia-a-dia em uma plataforma de fácil acesso e visualização.

Por conseguinte, o controle em relação às movimentações de tudo o que entra e tudo o que sai da empresa se torna mais completo, facilitando o levantamento de informações importantes para o gerenciamento da cadeia produtiva do ambiente corporativo.

Quando falamos de Big Data, nos referimos às quantidades massivas de dados que são gerados ininterruptamente. A partir da sua implantação, existe a opção de acumular estas grandes quantias de informações vindas de uma multiplicidade de canais diferentes, agrupando-as sob uma mesma plataforma de gestão.

Através do acesso a esses dados, também há a possibilidade de os profissionais do setor de Finanças ou dos gestores de forma geral traçarem o perfil dos clientes e o fluxo referente ao seu comportamento de consumo, inclusive segmentando por áreas ou categorias determinadas previamente.

Esse acompanhamento proporcionado pela utilização do Big Data faz com que a empresa saiba melhor em qual segmento investir e quais estratégias adotar para aumentar o desempenho de vendas de algum produto ou serviço, por exemplo.

Com isso, é possível que os gestores elaborem ofertas mais exclusivas e direcionadas especificamente para o público alvo que eles determinam, aumentando as chances de aumento nas taxas de conversão de leads, seja em ambientes virtuais ou de maneira presencial no ponto de venda.

Outro fato que demonstra como o Big Data é um aliado para as Finanças da empresa é uma compreensão apurada em relação aos riscos de investimentos e benefícios que o empreendimento terá com eles a curto, médio e longo prazo. Ou seja, com o seu uso, é possível mapear as oportunidades com uma clareza mais objetiva e consequentemente trazer melhores resultados para o desempenho do negócio.

Em relação aos fornecedores da empresa e outras corporações sócias e/ou parceiras, o fácil e rápido acesso aos dados proporcionado pelo Big Data melhora o gerenciamento no sentido de garantir que as operações e transações financeiras sejam feitas de modo correto, sempre monitoradas de perto pela equipe profissional deste setor.

O mesmo se aplica às demais parcerias da empresa, como as organizações não governamentais, o setor público, os patrocinadores e as demais instituições que colaboram direta ou indiretamente com o andamento da empresa.

Outra grande vantagem trazida pelo recurso do Big Data é o monitoramento das variáveis de desempenho do setor financeiro da empresa e de suas demais subdivisões. A partir da criação de indicadores de performance, os gestores conseguem acompanhar de forma detalhada os procedimentos que estão trazendo resultados positivos e satisfatórios, bem como os setores que precisam ser melhorados para atingir seu máximo potencial.

Os indicadores de desempenho propiciados pelo Big Data permitem, portanto, que a situação de todos os setores da empresa seja monitorada constantemente, o que melhora a identificação de falhas. Caso ocorram contratempos e imprevistos ao longo da cadeia de produção, torna-se mais fácil elaborar as devidas soluções rápidas e práticas para os problemas.

Publicado em:

Estrategias que Transformam

Um comentario em “Big Data e Finanças – Aliados na gestão corporativa

  1. Muito legal o texto mais está mais relacionado a BI do que Big Data, de toda forma foi muito bem escrito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *