Powered by INNOVATION INSIDER

    Pesquisa
    • Aa+
    • Aa-
    • Aa+
    • Aa-
    Criatividade
    https://estrategiasquetransformam.com.br/wp-content/uploads/2021/02/O-que-é-um-Modelo-de-negócios-de-plataforma-1920x550.jpg

    As plataformas de negócios

    A convivência diária com plataformas de negócios nos fazem esquecer, muitas vezes, de entender como elas surgiram de fato. Em uma década de forte expansão tecnológica, a mesma vem como um modo de facilitar as relações interpessoais em uma rotina cada vez mais corrida.

    Atualmente, ao invés de perdemos tempo ligando para uma companhia de táxi para pedir um carro, podemos acessar o Uber diretamente do celular e ter um motorista à disposição em poucos minutos, facilitando até mesmo as corridas de emergência. Em nosso tempo livre queremos facilidade para acessar um filme ou uma série da nossa preferência, fazendo com que o streaming seja mais vantagem do que o material físico de mídia.

    No entanto, quais são os objetivos e como essas plataformas de negócios podem ser encaradas e classificadas? Apesar de já existirem por um tempo considerável, seu modelo de negócios ainda gera grandes dúvidas e contestações. Saiba como elas se posicionam e porquê podem ser consideradas um sucesso.

    O que é um modelo de negócios de plataforma

    O modelo de negócios de plataforma pretende oferecer serviços de valor através da facilitação de acesso entre dois ou mais grupos independentes, geralmente classificados como produtores (ou prestadores de serviço) e clientes.

    Isso significa que o serviço é oferecido ao cliente final através de um sistema simples de integração, onde o consumidor consegue ter seus pedidos atendidos de uma maneira simplificada e, por vezes, mais barata. Por conta dessa definição, as plataformas não podem mais ser classificadas como lineares, uma vez que elas não são donas dos meios de produção, mas sim de conexão.

    O modelo também se mostra bastante lucrativo ao reduzir custos e contar com as inovações tecnológicas como parceiras diretas para o seu sucesso e manutenção no mercado.

    A plataforma de negócios não é apenas uma tecnologia

    Apesar de o modelo de negócios de plataforma já estar presente na sociedade por algum tempo, muitas pessoas ainda pensam em se tratar de apenas uma tecnologia, reduzindo-as em aplicativos. No entanto, é errado defender a ideia de que se trata apenas de um recurso de sistema, existe toda uma lógica de mercado pensada para beneficiar seu consumidor final de diferentes maneiras.

    Outro ponto importante na dinâmica desse modelo de negócios, é compará-lo a plataformas que são pensadas e implementadas para automatizar processos de trabalho dentro de uma empresa. Embora o nome esteja correto, eles se diferem quanto aos objetivos: um sistema de gestão de pessoas difere do sistema adotado pela Uber ou iFood.

    Diferenças entre modelo linear e não-linear de negócios

    Outra dúvida bastante pertinente para quem começa a conhecer o modelo de negócio das plataformas, é entender de que modo ela consegue se diferenciar de um sistema linear e o que isso, na prática, significa.

    Um modelo de negócios não-linear é um modelo que ainda necessita de uma linha de produção, por exemplo, TV por assinatura. Ao contratar esse serviço, o cliente precisa ainda agendar a visita do técnico da operadora para que seja feito a instalação do ponto de TV desejado, dessa maneira, a empresa nesse sentido não vende apenas o produto, mas os meios de produção pelo qual esse serviço precisa passar para ser acessado.

    Já no caso das plataformas, esse modelo é descartado, uma vez que ao assinar um serviço de streaming, o cliente tem acesso ao seu conteúdo ao mesmo momento. Essa praticidade se provou lucrativa e muito mais acessível ao público-alvo do negócio, fazendo com que o modo tradicional de televisão esteja sendo substituído pelo streaming.

    Impacto na economia

    Devido à facilidade do acesso aos serviços prestados, as plataformas já são bem mais lucrativas do que os modelos de negócios lineares. Parte desse sucesso se deve ao fato da facilidade de inserção ao cotidiano agitado de milhares de pessoas e a economia de tempo gasto durante pesquisas, compartilhamentos e acesso aos conteúdos mais interativos.

    As três plataformas mais lucrativas nesse negócio atualmente são Google, Apple e Facebook. Com objetivos próprios diferentes, elas podem interagir em simultâneo, uma vez que o acesso ao smartphone dá a possibilidade de o consumidor também consultar sua conta no Facebook e fazer pesquisas rápidas no Google.

    Embora sejam um fenômeno incontestável, as plataformas de streaming da Netflix e Amazon vêm brigando ferozmente para se igualarem como os principais serviços de entretenimento da atualidade. Durante o isolamento social, causado pela pandemia da Covid-19, a Netflix viu seus números de mercado crescerem esporadicamente, se tornando uma opção acessível em meio ao fechamento das salas de cinema por todo o mundo.

    Com a incerteza de novos lançamentos nos cinemas, recentemente a Netflix divulgou que lançará um filme por semana até o fim de 2021, muitos deles licenciados de estúdios que foram impactados economicamente pela pandemia, trazendo um retorno financeiro já muito esperado nesse setor.

    Como funciona a plataforma ET

    A plataforma Estratégias que Transformam (ET), tem como objetivo auxiliar empresas que desejam transformar seus processos internos e sua escala de relacionamento com o cliente, e parceiros, através de conteúdo de especialistas de diversas áreas, provendo uma saída para os desafios empresariais com um olhar multidisciplinar, de forma dinâmica, além de incentivar o diálogo e a troca de experiências entre as companhias.

    Através da plataforma ET, nossa rede de especialistas está pronta para ajudar empresários e empresas a descobrirem como transformar os desafios do negócio em grandes oportunidades. Possuímos um programa especial, onde através de parcerias e pesquisas internas e externas, levamos um programa de curadoria de conteúdo que funciona como mentoring de liderança, coach empresarial, consultoria, avaliação de processos, além de promover conexões estratégicas em prol da inovação e maior performance empresarial para empresas de qualquer indústria.

    A cultura interna do ET foi baseada nas necessidades do cotidiano dos negócios de diversas indústrias, promovendo encontros, conexões e metodologias que aceleram a aplicação de novas tecnologias e colocam as empresas em um mercado competitivo, abrindo oportunidades de investimentos estrangeiros e a continuidade de parcerias internas que ajudam a mudar a economia brasileira.

    Conheça mais sobre a ET através do site e saiba como nossa equipe pode auxiliar sua empresa a chegar ainda mais longe no mercado que deseja almejar e quais são as principais estratégias e modificações necessárias para explorar toda uma gama de consumidores em potencial.

    Faça parte da nossa comunidade de estrategistas digitais no Telegram!

    Publicado em:

    Estrategias que Transformam

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Cultura do erro

    Cultura do erro

    Todo mundo já ouviu aquela frase clichê: é errando que se aprende. Não há na...

    Criatividade por Tripulação ET
    testosterone and ed treatment|supplements to decrease appetite|best hemp cream

    Série

    _Além da transformação

    Assine e receba a série que reúne heads compartilhando conteúdo exclusivo para você enfrentar os desafios da transformação.