Powered by INNOVATION INSIDER

    Pesquisa
    • Aa+
    • Aa-
    • Aa+
    • Aa-
    Criatividade
    https://estrategiasquetransformam.com.br/wp-content/uploads/2021/06/Processos-empresariais-enxutos-1920x550.jpg

    Principais características e desafios

    Em entrevista no ETCast aqui na Plataforma ET, Assis Marcos do grupo Eucatur, no episódio “Transportando a Transformação’, comentou sobre como trabalhar os processos empresariais é essencial para a transformação digital. “Processos existem sobretudo para organizar uma empresa…” acrescentou Assis, e diante dos desafios decorrentes da tomada de decisão em processos não enxutos, como a tecnologia e a digitalização determinam o sucesso do alinhamento de processos de negócios? Como estes podem favorecer a ambidestria corporativa?

    Siga a leitura que abordará justamente o alinhamento de processos de negócios e suas principais características e desafios.

    Boa leitura!

    O que é o alinhamento de processos de negócios?

    Processos gerenciais estão presentes em toda a empresa, sem excessão. Alinhar processos prática, é um conceito bastante simples: o alinhamento de processos de negócios é a forma que a empresa utiliza para unificar a visão geral do negócio em todos os departamentos, baseados na visão estratégica pré-estabelecida. Afinal, as instituições contam com uma série de setores, cada um com suas responsabilidades.

    Porém, para que tudo funcione e a empresa não se torne engessada demais,  e passe a cometer erros e a sofrer com isso, é preciso se preocupar com alinhamento do poder de decisão durante a construção dos processos, padrões que os gestores de cada área precisam dominar  e saibam introduzir nos seus respectivos times de trabalho com criatividade.

    Esta é, portanto, a ideia por trás do alinhamento de processos. Agora, falaremos um pouco mais sobre como fazê-lo na empresa.

    Valor e missão do negócio

    Acima de cada um dos setores, está a instituição como um todo. Portanto, é preciso que haja uma base, um guia para que as atuações de cada área não se sobreponham aos interesses gerais. Isso começa com a definição dos valores e da missão da empresa.

    Não é raro vermos grandes marcas que deixam bem claras quais são suas visões gerais, sua missão, sua forma de agir com o cliente. Exemplos práticos: se você for em uma rede de fast food em um shopping e, um mês depois, em outro, o padrão de atuação dos atendentes, o estilo de comunicação, tudo vai ser igual.

    Ou seja, isso acontece porque a marca já deixa bem claro, quando cada funcionário entra, quais são os padrões e valores a serem seguidos. A forma de falar, de se vestir (mesmo que não haja um uniforme padronizado) etc. E isso vale para a distinção entre setores de uma mesma empresa, mesmo que não seja uma rede de franquias. O exemplo foi ilustrativo.

    A missão também faz parte, pois é uma forma de a marca mostrar que, não importa com qual setor da empresa esteja determinada demanda, um padrão precisa ser cumprido e um resultado específico alcançado.

    A partir do valor e da missão, é possível iniciar bem o processo de alinhamento de processos, já que cada novo colaborador, e mesmo quem já está na empresa, sabe o que a empresa se propõe a fazer, com quais objetivos gerais e se comunicando de que forma com seu público.

    Este já é um grande passo, pois cria um ambiente organizado e com uma cultura definida, sem deixar que cada departamento crie suas próprias realidades, sem se conectar com o bem maior, que é o funcionamento geral do negócio.

    Cultura empresarial

    Independente dos diversos tipos de gestão, existentes hoje em dia, o fator fundamental para que os processos empresariais sejam relevantes e híbridos é a cultura dentro da empresa. Criar uma cultura de adaptabilidade e resiliência é fundamental, Isso vale, por exemplo, não só para processos de inovação e transformação digital, mas também para consolidação do propósito da empresa dentro do seu modus operandi.

    Afinal, a empresa cria o seu DNA, define claramente suas zonas de atuação e tipos de abordagem e estratégias. Com isso, tendo uma direção clara em relação aos objetivos a serem traçados e, principalmente, a forma como serão feitos os trabalhos, além de um conhecimento profundo de todos os ativos digitais empresariais, e uma boa gestão de pessoas é possível gerar alinhamento de expectativas preciso.

    Pode-se dizer que a missão e os valores estão dentro deste conceito também, mas a cultura empresarial é a forma como a empresa atua, quais características serão exploradas, como a tecnologia impacta, como a inovação é tratada. É, basicamente, o fator que faz com que seja disseminada e cristalizada uma forma de atuar.

    E, quando todos constroem uma comunicação sólida e todos seguem uma cartilha, o alinhamento é feito de forma natural, mesmo os setores que não estejam tão próximos, podem adotar processos de forma a construir uma cultura empresarial bem sucedida.

    Tecnologia para alinhamento e redução de erros e falhas

    Se você começou a adoção de novas tecnologias de forma estratégica e orgânica, você já deu o primeiro passo na digitalização de processos, mas não se engane isso não é transformação digital, mas é inegável que as ferramentas de automação são aliadas no gerenciamento de processos. Com softwares de gestão, aprendizado de máquina (machine learning), inteligência artificial (AI) e outras soluções emergentes nos últimos tempos, todos os setores se integram mais facilmente, e você ganhará processos mais ágeis dentro de sua gestão de projetos e de seu modelo de negócios.

    Assim, mesmo que os setores sejam de características distintas, e lineares, eles podem estar conectados a um mesmo sistema, em prol de um objetivo comum, no qual acompanham o planejamento e os objetivos da empresa, propondo acesso rápido e fácil a dados gerais, a metas de outros departamentos, sem falar nas maiores possibilidades de comunicação rápida.

    Portanto, com o uso da tecnologia atual, desde que tendo acesso a ferramentas de boa qualidade e que realmente cumpram os objetivos desejados, é possível criar um formato de alinhamento muito mais rápido, integrando processos e permitindo que eventuais dúvidas e desarranjos sejam rapidamente detectados e resolvidos.

    Isso tudo leva, também, a uma redução nas falhas. Muitas vezes, se não há o alinhamento, setores diferentes fazem funções que acabam se chocando e atrapalhando ambos. E, aqui, não estamos falando que os erros sejam de uma parte ou outra. É, na verdade, a falha no alinhamento. Cada um crê estar fazendo o melhor, mas por falta de comunicação, acabam se complicando.

    Portanto, o alinhamento de processos também garante a minimização de erros no negócio. Todos os setores agem em conjunto, mas sem se atropelar. Todos guiados por valores e missões iguais, por uma cultura organizacional bem definida e, claro, com a estrutura tecnológica certa para evitar erros e garantir bons resultados, com eficiência e maior agilidade nas tomadas de decisão.

    Estes são alguns dos pontos importantes do processo de alinhamento de processos do negócio. O alinhamento de estratégias, tecnologia e uma bela execução, levando em conta a cultura empresarial, pode sem dúvida alguma otimizar seus processos empresariais. Se a sua empresa ainda não tem este lado apurado e acaba cometendo erros por falta desta sincronização, é importante começar o trabalho de alinhamento agora mesmo.

    Leia mais

    Para terminar, temos um convite a você: siga conosco e aprenda ainda mais sobre este e outros assuntos ligados à cultura organizacional, inovação e outros aspectos de um negócio. Assine nossa newsletter, ouça nossos conteúdos em áudio e, também, leia outros artigos que temos sobre este assunto. Temos certeza que, aumentando seu conhecimento, a tomada de decisão em seu negócio será muito melhor.

    Publicado em:

    Estrategias que Transformam

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Série

    _Além da transformação

    Assine e receba a série que reúne heads compartilhando conteúdo exclusivo para você enfrentar os desafios da transformação.