Pesquisa
  • Aa+
  • Aa-
  • Aa+
  • Aa-
Criatividade
https://estrategiasquetransformam.com.br/wp-content/uploads/2019/06/Mindset-do-lider-1.jpg

O Mindset de um líder

Quem é que nunca ouviu falar que os nossos pensamentos e atitudes mentais influenciam a realidade? Pois é, isso acontece porque a forma como analisamos mentalmente determinadas situações tem um peso enorme sobre as decisões que tomamos. É disso que trata o mindset de um líder. Mas afinal, será que existe um tipo de “configuração mental” padrão a todos os líderes? Vamos descobrir a seguir.

Onde estamos inseridos? Isso influencia nossa visão de mundo

Antes de tudo, precisamos entender qual é a visão de mundo sob a qual estamos condicionados. Para a geração X, por exemplo, que nasceu entre os anos de 1960 e 1980, os valores relacionados ao trabalho são fatores determinantes. Em busca do sucesso profissional, ela adotou a competitividade como fator determinante.

Antes disso, para os Baby Boomers – que são os nascidos após a Segunda Guerra Mundial –, o trabalho para a vida toda era o que definia o sucesso. Além disso, as áreas pessoal e profissional não se misturavam de jeito nenhum.

Os millennials – também chamados de Geração Y –, que ocupam hoje parte dos postos de trabalho, não estão preocupados, como seus antecessores, em passar a vida em um único local. Eles querem desafios e, acima de tudo, ocupações que os estimulem mentalmente.

Trouxemos os exemplos acima para mostrar que o mindset de um líder de hoje não é o mesmo de 20 anos atrás. Essa mudança decorre, também, dos avanços tecnológicos e da implementação de novas estratégias no mundo corporativo.

A Terra gira, as coisas mudam

O mindset de um líder do passado, por exemplo, era baseado no poder de controle. Sabe aquela expressão “manda quem pode, obedece quem tem juízo?”. Pois é! Era assim que funcionava uma equipe. Aliás, não existia equipe, mas patrões e empregados. O líder era o patrão e era ele quem determinava todas as ações. A seus funcionários cabia a apresentação de resultados – e satisfatórios, de preferência.

Embora esse comportamento ainda não esteja completamente extinto do ambiente de trabalho, hoje o mindset de um líder se baseia, de maneira geral, na perspectiva de que é sempre possível desenvolver um trabalho melhor por meio de qualificação.

Ou seja, o aprendizado é contínuo, pois nenhuma pessoa no mundo é capaz de saber de tudo. Aliás, até mesmo os especialistas buscam aprimorar o conhecimento. Com isso, há um crescimento do autodesenvolvimento e da capacidade de influenciar e ser influenciado pelas decisões da equipe.

Dois tipos de mindset: em qual você se encaixa?

A pesquisadora em psicologia, Carol Dweck, escreveu o livro Mindset: a Nova Psicologia do Sucesso. Na obra, a autora busca entender se nossas opiniões, valores e crenças são determinantes para a construção da vida que almejamos ter. De fato, ela encontra a resposta com base em dois principais mindset. Vamos entender como funciona cada um deles:

 

  • Mindset fixo: pessoas que se encaixam nesse perfil apresentam crenças imutáveis, como o próprio nome sugere. Para elas, é preciso determinadas habilidades (espécie de dons) para conseguirem fazer alguma coisa. Quando se deparam com dificuldades, elas preferem apenas “aceitar” a situação, pois aquilo não poderá ser alterado. Por causa desse padrão mental, pessoas assim tendem a ter pensamentos negativos com mais frequência, além de pensamentos depreciativos, do tipo “sempre tem alguém melhor que eu”, “nunca conseguirei fazer isso”, “melhor eu nem tentar para não dar errado”.

 

  • Mindset de crescimento ou progressista: aqui está a verdadeira chave para o sucesso. Pessoas que estão em busca constante do aperfeiçoamento, principalmente quando as coisas parecem ruir, possuem o mindset de um líder. Para elas, o esforço é característica necessária para o crescimento. Os fracassos, nesse caso, são vistos como oportunidade para se tentar de novo (e melhor). Novas maneiras de realizar a mesma atividade as encantam. Por isso, pessoas com essa mentalidade não têm receio de encontrar desafios pela frente.

 

O século XXI pede mindset progressista

O mindset de crescimento é determinante em figuras de liderança, principalmente no atual contexto empresarial em que vivemos. Enquanto as pessoas de mindset fixo estão preocupadas apenas com o sucesso pessoal e possuem estratégias pré-definidas para as decisões, as de mindset progressista sabem que o caminho deve ser trilhado em conjunto.

Com a chegada de pessoas de mentalidade progressista nas organizações, é comum que as de mindset fixas se sintam “ameaçadas”.

Por exemplo: João tem 20 anos de empresa e costuma desempenhar uma determinada atividade sempre da mesma maneira. Pedro, que é jovem e cheio de energia, entra na empresa e fala que conhece outros métodos para fazer a mesma atividade. Automaticamente, João se sente ameaçado, pois é como se estivessem dizendo para ele que o tempo de trabalho que possui não significa nada. Além do que, como alguém ousa mudar o que ele faz há 20 anos?

Se continuarmos a história, percebemos que Pedro tem mais chance de se tornar um grande líder, porque já possui um mindset de crescimento. Reconhece o novo como positivo e sabe que é possível implementar novos conhecimentos.

Seria possível uma mudança de mindset?

A resposta é sim, mas de antemão lhe garantimos que não se trata de um processo fácil. Porém, como nós todos aqui temos o propósito de conseguir o mindset de um líder, não temos medo de enfrentar desafios. Vamos a eles:

  • Não tenha medo de mudar a rotina: e daí se você faz a mesma coisa há 10 ou 20 anos? Tempo, na prática, serve mesmo para a aposentadoria, mas não determina sucesso. Por isso, não tenha medo de apresentar ideias novas. Exponha seus projetos e concretize-os.
  • Seja tolerante ao erro e às críticas: os erros fazem parte do processo, já destacamos isso. Por isso, eles não devem ser usados como justificativa para punição. Por outro lado, é importante aceitar as críticas como etapa de construção de algo melhor. Se é possível melhorar, então por que não tentar?
  • Valorize quem está ao seu lado: em uma empresa, trabalhamos com o conceito de equipe, não de indivíduos isolados. Por isso, mesmo que mostrar talento e competência seja positivo, o ideal é que esses talentos sejam aproveitados de forma conjunta. Não se trata de um jogo individual, mas de times.

Mindset de um líder: o novo é bem-vindo

Se você deseja ter o mindset de um líder, é preciso aprender a lidar com o novo. Não estamos falando apenas de adaptações de funções ou de desenvolvimento profissional, mas de novos paradigmas que começam no dia a dia.

Por exemplo: qual foi a última vez que foi ao cinema ou ao bar sozinho? Você já tentou entender o pensamento dos jovens? Por que insiste em apostar no conservadorismo? Por que a mudança é ameaçadora para você, seja no ambiente de trabalho ou na vida pessoal?

Não vale dizer que a resposta é por causa da sua idade. Lembra que comentamos sobre as gerações? Então, são elas que mudam o mundo. Elas são progressistas, e não fixas.

Publicado em:

Estrategias que Transformam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *