Pesquisa
  • Aa+
  • Aa-
  • Aa+
  • Aa-
Transformação Digital
https://estrategiasquetransformam.com.br/wp-content/uploads/2018/10/Blockchain-e-sei-impacto-no-marketing-1920x550.png

Quais possibilidades o Blockchain nos acrescenta?

Não é novidade para ninguém que a tecnologia transformou a forma como as marcas e os consumidores interagem. O número de pessoas que vivem conectadas à internet durante a maior parte dos seus dias está cada vez mais alto, principalmente devido aos smartphones e às recorrentes redes de wi-fi espalhadas pela cidade. Toda essa conectividade fez com que as empresas tivessem que inovar em seus processos de interação e comunicação com os consumidores. As marcas precisam atrair os potenciais clientes utilizando diferentes estratégias e abordagens, sendo, ao mesmo tempo, relevantes e autênticas.

O blockchain é uma ferramenta que pode intensificar e impactar as estratégias de marketing, com o objetivo de garantir o maior número possível de negócios. Inicialmente associado ao mercado financeiro, essa tecnologia tem começado a mostrar suas potencialidades em outros setores. Mas, antes de entender como o blockchain pode ser utilizado nas estratégias de marketing, precisamos falar sobre o seu conceito. Descubra um pouco mais sobre essa ferramenta e como ela pode ser aplicada no seu negócio.

 

O que é o blockchain?

O blockchain tem sua estrutura baseada em criptografia, o que assegura as informações armazenadas contra qualquer tipo de ameaça. Por essa segurança, a tecnologia é aplicada para fazer as transações de bitcoins — uma criptomoeda criada em 2008, por Satoshi Nakamoto, identidade atribuída a um desenvolvedor japonês desconhecido.

Por conta dessa forte relação, muitas pessoas associam o blockchain exclusivamente ao bitcoin. Mas a primeira coisa a saber é que diferentes mercados começaram a detectar que o conceito de “estrutura de registro de informações em blocos interligados em redes descentralizadas”, forma como o blockchain atua, poderia ser aplicado em diferentes estratégias.

É possível transmitir valores, documentos e qualquer outro dado por meio das redes do blockchain. Para tanto, é preciso que haja um consenso entre diferentes ‘nodes’ – ou nós. Toda validação para que a transação aconteça é registrada dentro de uma corrente histórica, não podendo ser alterada posteriormente.

Assim, é possível afirmar que a proteção de dados garantida pelo blockchain garante a transparência e a liberdade de compartilhamento de dados, sem que o usuário fique inseguro para realizá-lo.

Para que a transação aconteça, existem dois tipos diferentes de chaves: a privada e a pública. A primeira fica com uma das partes interessadas, tendo um código exclusivo. A pública, por sua vez, acessa a rede para permitir que os nodes autentiquem a transação.

A criptografia é a essência fundamental para garantir que todo o processo aconteça da forma mais transparente e segura possível. Isso porque ela é realizada por meio de uma coleção de dados em uma linha alfanumérica, capaz de traduzir um certo valor. Quando há uma alteração mínima nos dados, acontece a modificação de toda estrutura do ‘cryptographic hashes’.

 

Como utilizar estrategicamente o blockchain ?

Muitos especialistas apontaram o ano de 2018 como um período para enormes possibilidades para o blockchain. Desenvolvedores começaram a elaborar diferentes casos onde a utilização dessa tecnologia tornou-se uma disruptura dos processos tradicionais, oferecendo resultados inovadores – e transformadores.

Uma maneira de utilizar o blockchain é na troca de recompensas pela interação com o público. Com essa ferramenta, é possível, por exemplo, recompensar uma pessoa por enviar um conteúdo, adicionar um novo amigo, desenvolver um modelo de negócio dentro da plataforma ou qualquer outra atividade que gere valor.

Além disso, os dados criptografados tornaram as ações de hackers mais dificultosas, dando mais proteção às informações de usuários. Muitos governos enxergaram nessa estrutura a proteção necessária para garantir que os registros públicos não sejam violados. A Estônia, por exemplo. é um exemplo de país que passou a aplicar o blockchain em sua infraestrutura digital.

As Nações Unidas também começaram a explorar as alternativas oferecidas pelo blockchain. Essa estratégia está sendo aplicada nas transações internacionais para pagamentos de ajuda humanitária. Com “contratos inteligentes”, é possível garantir que o pagamento seja liberado somente quando os beneficiários confirmem as informações corretas.

Todas essas instituições e setores enxergaram as possibilidades e alternativas oferecidas pelo blockchain. O marketing também está adotando a tecnologia para conseguir detectar melhor as “personas” e tornar sua estratégia mais eficiente – falaremos sobre isso no próximo tópico.

 

Quais os impactos do blockchain no marketing?

O marketing é extremamente dinâmico. Quase sempre, ele se beneficia do desenvolvimento de novas tecnologias e abordagens inovadoras. O blockchain também entra nessa. Ele pode auxiliar em todo e qualquer processo de validação de dados, oferecendo para o marketing uma abordagem mais eficiente de suas estratégias.

Atualmente, a publicidade online gera boa parte do seu tráfego utilizando bots. Diversas empresas investem para conseguir aumentar o tráfego dos seus blogs e alcançar o público-alvo. Entretanto, não há garantias de conversões de vendas – principalmente utilizando-se os métodos atuais.

Com o blockchain, ao procurarem dados específicos, os usuários poderão selecionar uma quantidade dos seus dados que pretendem revelar para os anunciantes. Ou seja, nessa lógica, os usuários são compensados pelo fornecimento dos seus dados. Eles poderão até vendê-los diretamente para as empresas que anunciam um produto ou serviço.

O blockchain garante esse tipo de inovação por ser uma tecnologia diferente das outras de armazenamento de dados. Isso ocorre, principalmente, por três fatores:

  1. uniformidade: é preciso que haja consenso entre todos os participantes de um bloco para que a transação aconteça;
  2. descentralização: cada bloco valida o bloco anterior. Dessa forma, a rede torna-se mais forte para evitar possíveis falhas;
  3. imutabilidade: após criptografados, os dados em blocos não podem mais ser alterados, nem mesmo pelo administrador.

 

E como o blockchain está impactando o marketing?

Utilizar o blockchain no marketing tornou-se uma estratégia verdadeiramente inovadora. Ao adotar benefícios e vantagens propostas pela tecnologia em uma estratégia bem estruturada, as empresas podem transformar a experiência do cliente, aprofundando ainda mais o seu conhecimento sobre a persona.

Prevenção de fraudes

Muitos anunciantes sofrem com fraudes em anúncios. Pagar por cliques e impressões falsas tornou-se uma realidade. Para evitar que os prejuízos aumentem, é possível se apoiar no blockchain e em sua segurança criptografada.

As plataformas podem exibir anúncios em tempo real, ajudando que a estratégia de marketing atinja especificamente o público-alvo, gerando um tráfego mais qualificado para o conversor de vendas.

Envolver a audiência certa

Para aumentar o número de conversões em vendas, é fundamental falar com a pessoa certa desde o começo da abordagem. Por isso, alcançar a persona nas redes online é fundamental. O blockchain possibilita a segmentação dos consumidores por meio de dados comportamentais. Isso torna abordagem mais precisa, por meio de um anúncio. Normalmente, para conseguir esse nível de aproximação, os anunciantes pagam taxas para intermediários.

A tecnologia blockchain traz uma solução neste sentido. Com ela, é possível criar mecanismos de buscas descentralizados para alcançar o público-alvo. Esse poder de descentralização é fundamental para ajudar a aumentar o engajamento dos potenciais consumidores.

Descentralizar o e-commerce

Outro dos benefícios propostos pela descentralização do blockchain ao marketing é a possibilidade que os fornecedores façam suas vendas em e-commerce diretamente para os clientes, sem a necessidade de contratar terceiros.

Com o blockchain, a empresa consegue criar um mercado descentralizado, oferecendo seus produtos para diferentes pessoas em um mesmo momento.

Validar o marketing de influenciador

A estratégia de utilizar influenciadores para conseguir atrair a atenção das pessoas tornou-se um hábito para muitos anunciantes. Isso porque muitas pessoas estão mais inclinadas a acreditarem nestes influencers no lugar dos canais da própria marca.

Por outro lado, é sempre um risco utilizar essa estratégia sem o conhecimento prévio e específico sobre o profissional que apresentará a marca para as outras pessoas. Para isso, a transparência e a imutabilidade do blockchain podem ser fundamentais.

Com essas características, o blockchain acaba permitindo que os anunciantes consigam autenticar a identidade de um influenciador, principalmente, em relação à validação de seus seguidores — muitos utilizam diferentes recursos para aumentar o número de followers.

Dessa forma, é possível ter mais garantias em relação ao retorno do investimento, além de garantir um contrato inteligente, onde o pagamento só será realizado mediante ao batimento das metas estabelecidas entre a marca e o influenciador.

Conseguir dados mais pessoais

Os consumidores dificilmente estão abertos a oferecerem dados mais pessoas para empresas – além dos anúncios que não passam segurança. Dessa forma, fica difícil para elaborar estratégias de marketing mais precisas e eficientes.

Com o blockchain, será possível incentivar os clientes a compartilharem seus dados em troca de algum tipo de compensação. Ou seja, os usuários “venderão” suas informações, oferecendo às equipes de BI de agências e anunciantes dados autênticos e altamente relevantes.

Fortalecer o relacionamento com o cliente

Uma maneira que as empresas têm para fortalecer o relacionamento com os clientes é oferecer programas de fidelidade, recompensas e presentes. Essas estratégias são capazes de aumentar a sensação de satisfação com a marca, além de gerar uma memória afetiva entre as partes.

Com o blockchain, é possível ter maior segurança para a emissão e a manutenção de cartões de presentes e programas de fidelidade. A segurança criptografada dificulta a ação de hackers e invasões ao sistema, garantindo uma segurança e uma experiência positiva para o cliente.

 

A era do blockchain

O blockchain pode ter sido projetado inicialmente para acompanhar as transações envolvendo o bitcoins. Entretanto, seus recursos podem gerar valor para toda estratégia que necessite de segurança, transmissão e validação de dados.

O marketing é um dos setores a ser beneficiado com isso, garantindo que os planos traçados sejam efetivos e com maior retorno em conversão.

Você já utiliza blockchain em sua estratégia de marketing ou conhece algum outro benefício dessa utilização? Participe ef deixe seu comentário!

 

Publicado em:

Estrategias que Transformam

Um comentario em “Blockchain e seu impacto no marketing

  1. Pingback: Blockchain nos negócios - Possibilidades e aplicações. - Estratégias que Transformam - Portal ET

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *