Pesquisa
  • Aa+
  • Aa-
  • Aa+
  • Aa-
Transformação Digital
https://estrategiasquetransformam.com.br/wp-content/uploads/2019/07/O-que-o-CFO-precisa-saber.jpg

CFO e o Blockchain

Não é de hoje que as transações financeiras contam com o CFO e as suas possibilidades. Isso porque, com as facilidades do sistema milhares de pessoas passam a trabalhar de forma organizada e específica.

Mas, de uns tempos para cá, o Blockchain foi tomando espaço e até tirando o lugar do CFO, ou melhor, modificando o papel que o sistema exercia até o momento.

Atualmente, o seu desenvolvimento ainda se encontra em modo inicial e as suas aplicações financeiras estão ligadas a pagamentos e câmbios, mas a ideia é que o cenário financeiro mude por completo a partir de agora.

Entendendo o Blockchain em meio ao CFO

Para que os dados sejam estruturados no sistema, não se precisa ter ou ser uma autoridade central. Ou seja, mais pessoas da empresa podem ter acesso a todas as informações disponíveis na metodologia. Além disso, o número de registros que é permitido pelo Blockchain já é alto e promete ir aumentando cada vez mais.

O agrupamento é feito de forma completamente organizada, como se fossem em blocos, diferente do que se vê na maioria das opções, disponíveis apenas em um arquivo.

A ordem destes blocos se encontra na cronologia linear e um acaba sendo resultado de outro. Para o acesso, há a necessidade de uma assinatura criptográfica.

Mas, por conta disso, há uma segurança a mais no sistema: as revisões não podem ser feitas com relação aos registros, e se houver a tentativa de alteração, esta passa a ser visível para todos.

Isso faz com que diversas pessoas tenham a possibilidade de acesso de forma compartilhada, ao mesmo tempo que o produto final se mantém intacto.

Portanto, o sistema tende apenas a facilitar a vida das pessoas e a financeira da empresa, permitindo simplificações e ao mesmo tempo, uma segurança de ponta.

Não há como negar que se foi pensado em cada detalhe quando o assunto são possibilidades. Isso fica claro também com os resultados encontrados: cada dia mais pessoas têm tido acesso aos Blockchains e escolhido o sistema como sua base de trabalho, o que acaba, querendo ou não, assustando a concorrência.

E a possibilidade não chegou para ficar por um tempo. Ela promete trazer, a cada dia, mais inovações e permanecer no mercado por um bom tempo, assustando outros sistemas e desempenhando seu papel empresarial.

Quais são os tipos de Blockchains existentes?

Para quem não sabe, a necessidade de atender diversas demandas e especificidades financeiras, fez com que surgissem diversos tipos de Blockchains, e não apenas um.

Vale lembrar ainda que eles podem ser denominados públicos, híbridos ou privados. Há quem diga que a comparação é quase igual a se pensar em uma empresa e suas possibilidades de intranet e internet pública.

Há os Blockchains:

– Públicos e sem permissão: são específicos com relação ao Bitcoin, que nada mais é do que o Blockchain em sua forma original. Não há permissão nenhuma para acesso e inclusive as transações são permitidas de forma pública.

– Privado e com permissões específicas: diferente do anterior, neste caso só tem acesso quem o recebe. As transações não são mais públicas e sim privadas. Normalmente consórcios escolhem esta opção quando o assunto é a gestão de possibilidades da cadeia relacionada ao valor industrial.

Os Blockchains híbridos: neste modelo, as atividades presentes no sistema tem um adicional em seus propósitos e funcionalidades. É possível, por exemplo, que os dois anteriores passem a ter contato entre si e não apenas público com público ou privado com privado.

Há um impacto muito grande em relação ao CFO?

Apesar dos diversos benefícios relacionados ao Blockchain, uma das preocupações é a de quais impactos acabarão prejudicando o CFO e suas funcionalidades financeiras, e se este continuará fazendo parte dos processos ou simplesmente será substituído.

Vale lembrar que a função do CFO é desenvolver o negócio por completo, aperfeiçoando técnicas e permitindo infinitas possibilidades. A vida financeira da empresa, por exemplo, pode ser inteiramente controlada pelo sistema. E assim, estratégias vão sendo pensadas e implantadas com a sua base.

Porém, o Blockchain chegou sim para mudar esta realidade e trazer uma opção ainda mais completa. A ideia é fazer com a o setor financeiro passe por uma revolução quando o assunto são possibilidades. A TI das empresas passará a ser cada vez mais segura e os contratos serão executados com muito mais agilidade.

Isso porque, os Blockchains são conhecidos por permitirem toda a proteção quando o assunto é integrar dados e há a necessidade de validação quando há ocorrência de edição de cada transação. Por isso, o acesso para todas as pessoas que fazem parte da rede acaba trazendo benefícios no quesito segurança, o que nem sempre é encontrado em outros sistemas.

O controle de fraudes é um dos objetivos encontrados nos Blockchains. Isso permite que, sistemas antes sonhados pelas instituições, hoje ocorram através de um clique. Portanto, o CFO passará por um momento em que se faz necessário uma atualização imediata ou então, os problemas tendem a ser maiores para o lado dele, que acabará perdendo sua relevância conseguida até o momento.

Vale ressaltar também muitos estudos já foram feitos e comprovaram a eficácia da possibilidade e o quanto ela tem sido a escolha de diversos empreendimentos quando o assunto são possibilidades financeiras. Ou seja: a ideia do sistema já foi aprovada.

Conheça a nossa empresa

Somos a primeira plataforma de co-criação de possibilidades quando o assunto é a sua empresa e os seus respectivos negócios emergentes. Nossos artigos são de personalidade e influenciam o meio em questão.

Conhecer a nossa empresa é ter acesso a uma série de possibilidades quando o assunto é o CFO e seus benefícios em meio aos processos.

Gostou do que leu?

Aproveite e assine a newsletter, e assim, tenha acesso a todo conteúdo, inclusive ao conteúdo em áudio e a leitura de outros artigos.

O CFO e os Blockchains estão presentes em diversos escritos, apesar de não ser nosso único foco, que é geral com relação à possibilidade de transformação de negócios através de tecnologias emergentes.

Publicado em:

Estrategias que Transformam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *