Pesquisa
  • Aa+
  • Aa-
  • Aa+
  • Aa-
Transformação Digital
https://estrategiasquetransformam.com.br/wp-content/uploads/2020/05/Você-está-digitalizando-ou-transformando.jpg

Digitalizando ou transformação

A transformação e a digitalização são termos frequentes no meio empresarial, sobretudo nos últimos anos. Muitas vezes são usadas como sinônimos. No entanto, transformação digital e digitalização possuem conceitos diferentes. O foco delas é o mesmo – aumentar o desempenho dos negócios – mas a transformação digital é mais complexa e profunda.

Por isso, no artigo de hoje, você vai ver:

  • Diferenças entre digitalização e transformação digital;
  • Como fazer a transformação;
  • A tecnologia como aliada dos negócios;
  • A importância do ser humano para o processo;

Antes de qualquer coisa, é preciso esclarecer que quem está digitalizando sua empresa também pode estar fazendo uma transformação digital. Ela é parte do processo. Além disso, a transformação deve ser feita de forma gradual e de acordo com a necessidade de cada empresa.

As diferenças entre digitalização e transformação digital

De forma resumida, a digitalização consiste em transformar processos analógicos por meio de tecnologias. Isso consiste, por exemplo, em compartilhar documentos na nuvem e levar ao meio digital os processos empresariais. É o processo de melhorar os negócios através de medidas tecnológicas.

A digitalização está sob o guarda-chuva da transformação digital. Ela é uma mudança na cultura organizacional da empresa e visa, principalmente, à experiência do cliente, que é a peça-chave de toda organização.

A digitalização de processos

Mesmo que de forma imperceptível e natural, muitas empresas já incluem a digitalização de seus processos. Isto é, o uso de dados e tecnologias para gerar receita. Isso é feito com informações digitais no centro do negócio, com processos mais eficientes, produtivos e, consequentemente, lucrativos.

A digitalização de processos é mais antiga do que a transformação digital, por isso já faz parte do cotidiano de muitas empresas.

Transformação digital como uma nova cultura

Diferente da digitalização, a Transformação Digital não se trata de dados em nuvem. Mas sim de dados interpretados e gerados para que, a partir de então, possam ser utilizados pela empresa para gerar melhores experiências aos clientes, assim como conquistar outros.

A transformação digital é um processo gradual das organizações. Confundido com um objetivo claro e uma finalidade, ela é um meio de chegar ao objetivo final: melhorar a experiência dos clientes.

A transformação consiste na integração digital em todas as pontas da empresa. No entanto, executivos alertam para que ela seja feita de forma gradual, sem esquecer dos colaboradores.

Ou seja, ainda que a transformação envolva tecnologias de ponta a ponta, ela é feita por seres humanos. E nem sempre esses seres humanos estão acostumados com processos modernos, com rupturas radicais. Por isso é importante buscar uma forma gradual e uma avaliação de quais setores da empresa deve ser prioridade na transformação.

A mudança cultural na empresa é o primeiro passo para uma transformação digital de sucesso. Como novos modelos de negócio e novas tecnologias surgem a todo momento, a transformação ocorre de forma cotidiana. Atualizações e modernização de processos passam a ser naturais quando a filosofia da empresa é composta pela transformação digital.

Elementos da transformação digital

Para ajudar na transformação, existem alguns elementos que podem ajudar no processo. Não chega a ser um passo a passo, mas sim um entendimento geral do que consiste a transformação de forma prática.

  • Experiência do cliente: a finalidade da transformação digital é o cliente. Com tantas opções de consumo é preciso trabalhar na melhora da experiência do consumidor para idealizá-lo.

As soluções digitais são pensadas antes da execução delas, baseadas na interação e comportamento do cliente. Somente depois disso deve-se investir em softwares e contratações. Isso é uma medida para evitar gastos desnecessários, pois a transformação completa tem custos altos.

Através de canais digitais, como Facebook, Instagram ou Website é possível compreender a realidade dos clientes. Informações demográficas e comportamentais são apresentadas através das redes. A comunicação de forma direta é um elemento muito importante. Investir em chatbox e outros meios é uma boa medida, por exemplo.

  • Experiência personalizada: novamente o cliente aparece como protagonista. Medidas como pedidos online em restaurante, por exemplo, tendem a aumentar as vendas. São medidas que diminuem o tempo de espera do cliente, bem como economiza tempo da empresa. As soluções tecnológicas, através de sistemas online, são uma facilidade cada vez mais buscada pelos consumidores.
  • Transformação de processos operacionais: a transformação digital é responsável por diminuir o tempo de processos operacionais. Um exemplo são as informações contábeis das companhias, que ganharam fluxos digitalizados. Com isso, funcionários economizam tempo e possuem informações mais precisas. O uso de dados é fundamental para uma transformação digital de sucesso.

A colaboração dos funcionários é potencializada com a utilização de ferramentas digitais. É importante buscar a participação dos colaboradores em todos os processos.

  • Transformação do modelo de negócio: muitas empresas estão transformando o modelo de negócio através de mudanças digitais. São muitos os serviços oferecidos de forma 100% online e que antes eram feitos de forma física. No entanto, a transformação digital também serve para empresas offline, desde que elas se utilizem de mecanismos tecnológicos como forma de entender o comportamento dos clientes para melhorar suas vendas.

O ser humano é a chave do processo

O consumidor vem mudando de comportamento a cada dia. As empresas percebem isso e devem se adequar, sob risco de ficar para trás. E o consumidor, como humano, também gosta de experiências humanas com as empresas.

Não se pode esquecer de treinar e capacitar os colaboradores durante a transformação digital. Prepará-los para as mudanças é fundamental. Todos precisam ter mentalidade de mudança.

De nada adianta pensar em novas tecnologias, softwares modernos ou qualquer atualização, e ignorar o papel dos seres humanos que são quem realmente fazem as empresas funcionarem.

A diversidade é fundamental. Portanto, empresários não podem pensar em mandar embora os mais velhos e contratar somente jovens ligados em tecnologias. A mentalidade, a cultura e a adaptação são mais importantes do que isso.

Com companhias surgindo já em meio à transformação digital, é preciso que as empresas mais antigas se atentem às mudanças constantes do mundo para que encontrem sempre boas soluções, sempre aliadas à tecnologia.

Como dito anteriormente e reiterando: a transformação digital não é um fim. E ainda mais: ela não tem fim. Ela é um processo que tem início – muitas vezes difícil – e depois vai ser lapidada e melhorada a todo momento. É um processo constante.

 

Publicado em:

Estrategias que Transformam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que é TEAL

O que é TEAL

Vivemos uma era digital em que, a qualquer instante, o universo que conhecemos pode se transformar completamen...

Transformação Digital por Tripulação ET
16.10.2020 às 16:57:36

Série

_Além da transformação

Assine e receba a série que reúne heads compartilhando conteúdo exclusivo para você enfrentar os desafios que virão.